09
JUN 10
8

Nhoque de abóbora

Nhoque de abóbora

Bem poderia chamá-los de gnocchi. Mas acho nhoque um dos aportuguesamentos mais fofos que existem. Além do mais, estes aqui não são os tradicionais, de batata, os quais ainda não me arrisquei a fazer. Afinal de contas, quando os fizer, invariavelmente vou acabar comparando o resultado ao nhoque da Vó Luzia, e a chance de eu me dar mal nessa é muito grande.

Poderia ter feito de mandioca, inhame, mandioquinha, ricota... Mas resolvi começar com a abóbora porque era o que tinha em casa. Peguei inspirações aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. Fiquei bem apreensiva durante o preparo e cheguei a pensar que tudo estava perdido. Mas não é que deu certo?

Coloquei no forno uma abóbora japonesa média cortada em quatro. Assei até que ficasse bem macia. Retirei a polpa com uma colher. Passei pelo empremedor de batata, com o cuidado de desperezar o líquido que sai no começo do processo. A esse purê, adicionei dois ovos batidos, uma colher de manteiga e um tanto de sal. Aos poucos, fui adicionando farinha até dar ponto.

Pausa. Este é o momento mais importante do preparo. Até aqui, nada tem muito erro. Mas agora, seu nhoque está numa bifurcação e precisa decidir entre o caminho do sucesso e o do fracasso. Só que a decisão não depende dele. A responsa é sua, meu amigo. Tudo depende da quantidade de farinha que você colocar. Tem que se concentrar e sentir quando é o momento de parar. Vá colocando aos poucos, por favor. Muito cuidado para não exagerar e deixar seu nhoque pesado e com gosto de restaurante ruim.

Foi aqui que eu quase desisti e pedi uma pizza. Eu ia colocando farinha e a massa continuava molenga e grudenta. Nunca que eu iria conseguir enrolar cobrinhas e cortar pedacinhos. E fiquei com medo de colocar além da conta e deixar a massa farinhenta. Fui olhar de novo as receitas que me inspiraram e notei que várias orientavam a modelar os nhoques com ajuda de colheres e não no tradicional método enrola-e-corta. Pois segui as orientações e, depois de uma trabalheira danada, consegui uma resultado d-e-l-i-c-i-o-s-o.

Como o nhoque estava com sabor bem suave, fiz um molho mais forte. Derreti manteiga, refoguei cebola ralada, juntei farinha e deixei fritar. Adicionei leite e mexi muito bem mexido com um fouet. Temperei com sal, pimenta, noz-moscada. Quando engrossou, somei um bom tanto de queijo meia-cura ralado. Mexi até que o queijo estivesse derretido e a textura homogênea.

Foi aprovado com louvor pelos dois Andrés. O Leite, meu já conhecido personal nerd e testador oficial de receitas e o Benevides, novo sócio da Locomotiva (terei novidades em breve!) e o responsável pelas fotos desse post.

Nhoque de abóbora

Comentários

Pérola   10/06/2010 10:03

Lindo!!! Fiquei com água na boca!
Sabe que eu sempre entro no modo pânico quando vou fazer nhoque...rsrs
Com inhame tb é sucesso garantido!!!
Beijão!

Leleca   11/06/2010 10:53

Hmmmm, ficaram com uma aparência ótima! E as fotos estão lindas! O marido não gosta de abóbora, tsk tsk. Mas quem sabe se eu não contar do que são feitos ele come? Hehehehe!

fernanda   11/06/2010 23:56

vontade de atacar a tela do computador! ficaram lindos!!!Amo seu site!

Déia   12/06/2010 16:24

Olá Maria Regina adorei esta receitinha...assim como todas as outras que tenho lido por aqui, dá água na boca!
Já está no meu caderninho de receitas e pretendo em breve colocá-la em prática...parece deliciosa!
Parabéns, seu blog é mt saboroso :)
Déia
http://www.blogsweet-home.blogspot.com

Paula   14/06/2010 08:20

Olá, Maria Regina!

Fiquei encantada com a sua visita ao meu humilde Rap'ó Tacho, que honra!
Nunca fiz nhoques, mas agora que vi a sua receitinha fiquei cheia de vontade de experimentar. Depois venho cá contar as novidades...
Beijo :)

Maria Rê   20/06/2010 13:30

Pé, de inhame deve ficar muito bom! Preciso fazer urgente...

Leleca, acho que vale a tentativa. O André também não é muito chegado e adorou os nhoques!

Fernanda, obrigada, obrigada! Faz também!

Déia, depois conta pra gente se deu certo. E obrigada!!

Paula, eu é que fico honrada e encantada com a homenagem linda que vc fez. Quero saber se os nhoques ficaram bons!

beijos pra todas, vocês são muito queridas e fazem meus dias mais felizes... =)

MARISE   09/10/2011 14:09

Fiz hj esta receita, mas acrescentei cebola ralada na massa e não coloquei manteiga, ao invés de colocar as colheradas coloquei a massa dentro de um saco de plástico, coloquei a tábua de carne em cima da panela para dar firmeza na hora de pingar a massa com o auxílio de uma faca e deu muito certo, fiz um molho branco com frango desfiado e ficou td de bom. um abraço!

Felipe   16/08/2012 11:57

Nhoque de abóbora não da o mesmo ponto do de batata nunca e é importante que seja feito com o ingrediente principal gelado! seja ele batata, abóbora...

Deixe um comentário